Falar que sou isso ou aquilo, só me renderiam elogios e críticas, quem sou eu para me definir, se nem ao menos sei quem sou!!! A vida é uma grande peça e nós somos os artistas e a cada dia reinventamos o nosso espetáculo, algumas vezes somos principais em outras agimos apenas como coadjuvantes. A busca é incansável, só não conseguimos descobrir o que, pois somos complexos demais para percebermos que o que sempre buscamos está o tempo todo ao nosso lado!!!

quarta-feira, abril 28, 2010

PRECISANDO DE ALGO MAIS

Tem sempre aqueles dias, ou semanas, ou meses, que você precisa de algo mais, porém não sabe o quê. Falta essência, falta paixão, falta vontade, por aquilo que se está vivendo, olha se ao redor se vê tudo como deve ser, porém não está do seu agrado. Incasavelmente se pergunta, se questiona sobre o "andar da carruagem", consegue respostas, mais as mesmas não são suficiente para lhe tranquilizar.
Inquietude... coisas que não são coisas, pessoas que não são pessoas. Conviver com isso é intrigante, desconfortável. Assolada, acuada por algo que nem mesmo você sabe o que é, todas as formas mais remotas de contornar esse momento já foram vistas e revistas, nem mesmo assim consegue-se proveito.
Existem claro as alegrias provindas de algum momento do dia, mais não são suficientes para lhe empurrar...
Preciso gritar esta angustiante solidão, que pertence ao meu coração nesse instante.
Todas as formas de vida se tornam pitorescas ao meu olhar, pragmática demais? Quem sabe. Necessidade creio que seria a palavra certa para definir o momento atual. Mais a pergunta que não sai da cabeça é necessidade de quê? O ser humano é mesmo misterioso e se torna ainda mais, quano o mistério parte dele mesmo.
A verdade é que preciso de algo mais, e o que vejo nesse momento é que este "algo mais", nada mais é do que "algo a menos", diminuir, diluir precisas participações na minha vida, para poder quem sabe me redescobrir, e refletir algumas sensações do dia dia!!!

3 comentários:

  1. De todos os momentos estamos buscando, muitas vezes nem sebemos ao certo o que... Mas, buscamos! E esta busca faz com que muitas vezes nos confrontamos com a falta, a falta de respostas, a falta de perguntas, simples assim... Então, continuamos a usufluir do momento muitas vezes felizes, muitas vezes tristes, mas, continuamos nessa busca... Quem sabe!
    Belissímos texto querida. Perfeito.
    Seja feliz... Sempre

    ResponderExcluir
  2. Nossa Nubia, você colocou em palavras o que eu estou sentindo nos últmos meses. E o mais incrível é que ninguém percebe essa falta, só eu mesma! Sério, parece que você me decifrou sem saber! Adorei! Beijos. Pena não termos nos visto!

    ResponderExcluir